Visita aos Museus de Paris

Visita aos museus de Paris

A capital da França é um prato cheio para o turismo cultural. Contando com cerca de 130 museus, a cidade se torna passagem obrigatória para os amantes da arte, cultura e história.
Mas em meio a tantas opções, como escolher quais museus visitar durante a sua estadia em Paris?
Escolher entre dezenas de opções é realmente uma tarefa difícil, ainda mais numa cidade que é reconhecida por hospedar muitos dos lugares que estão no ranking dos melhores museus do mundo. Você certamente não terá tempo e disposição para visitar nem uma fração de todos eles, mas a Paris te amo te ajuda, apresentando 5 museus da cidade luz, que serão garantia de um ótimo passeio:

1 – Musée du Louvre

É o mais frequentado e um dos mais famosos do mundo, abrigando obras-primas famosas como Monalisa,Vênus de Milo, O Escriba Sentado e A Vitória de Samotrácia, só para as mais conhecidas. Entre as 35 mil peças de sua coleção estão antiguidades egípcias, greco-romanas e estruscas, esculturas da Idade Média, Renascimento e modernas, todas as escolas de pintura europeias do século XVIII a 1848, além de uma galeria de objetos decorativos e artísticos, e artes gráficas.

2 – Musée D´Orsay

Foi inaugurado em 1986, reunindo a riqueza e a diversidade dos artistas ocidentais de 1848 a 1914. Seu acervo é formado por coleções que vieram do Louvre, do Jeu de Paume ( que se dedicava ao impressionismo e agora é voltado para a fotografia moderna, pós-moderna e a arte digital) e do Museu de Arte Moderna, que fica no Centro Georges Pompidou. Visitar o Orsay é uma oportunidade imperdível para descobrir quadros míticos como A Origem do Mundo, de Gustave Courbet, Mulheres de Taiti na praia, de Paul Gauguin ou o auto-retrado de Vincent Van Gogh.

3 – Musée de l’Orangerie

Consagrado aos impressionistas e pós-impressionistas, o museu fica dentro do Jardin des Tuileries. Foi esse prédio, criado inicialmente para guardar as laranjas colhidas no imenso jardim e pomar, que o pintor Claude Monet escolheu para instalar a sua obra mítica, os painéis Les Nymphéas, que doou ao Estado francês. Uma sala especial abriga as pinturas monumentais de flores sobre a água, reflexos e nuvens, colocadas depois que Monet morreu.
Telas de Renoir, Gauguin, Matisse, Cézanne, Modigliani, entre outros mestres, estão expostas ao lado da única pintora mulher, Marie Laurencin, presente com três telas, entre as quais, um retrato da estilista Coco Chanel.

4 – Musée Rodin

Foi o próprio escultor Auguste Rodin que doou ao Estado francês o seu acervo: mais de 300 obras, expostas em um belo palacete, o Hôtel Biron. O mais interessante é que ali temos a impressão de visitar dois museus: o primeiro, dentro do charmoso prédio, onde estão O Beijo, A Catedral e O Homem que Anda; e o outro, do lado de fora, no chamado Jardim das Esculturas. É ali, entre flores e árvores, que encontramos o famoso O Pensador, A Porta do Inferno, Os Burgueses de Calais ou o Monumento a Balzac.

5 – Musée Picasso

No coração do bairro histórico do Marais,fica no Hotel Salé, um dos palacetes barrocos mais bonitos de Paris. Depois de cinco anos de reforma foi reaberto em 2014.

O acervo tem mais de 5.000 obras, fruto da criatividade bulímica de Pablo Picasso. São pinturas, esculturas, gravuras, desenhos de todos os períodos do artista; os milhares de esboços, croquis, cadernos de desenhos, filmes e fotografias fazem a gente compreender o seu processo de criação. Um exemplo: é super interessante ver as fotos que mostram passo a passo como nasceu a obra-prima Guernica, que retrata a cidade basca depois dos bombardeios alemães.
A coleção particular de Picasso, formada por seus famosos amigos pintores, está exposta nos últimos andares do museu. Georges Braque, com quem ele fundou o cubismo, Modigliani, Gauguin, Matisse e Miró são alguns deles.

Ficou empolgado em conhecer essas verdadeiras maravilhas históricas? Entre em contato com a Paris Te Amo!
Somos uma empresa dedicada ao Turismo Receptivo na França e podemos lhe apresentar diversas opções de passeios com visitação aos museus que desejar.

+33 7 66 55 97 61 (também via WhatsApp)

Leia também:

Turismo diferenciado na França

Porque visitar a França

Leave a Comment